Parto Natural

As mulheres nascem com o dom da gestar e parir…

A nossa ancestralidade sempre apreciou o natural,  muitas dimensões da vida eram vistas como normal e  tinha seu tempo respeitado. No entanto, devido às mudanças no ritmo natural do ser humano, passamos a cobrar uma performance tornando (des)necessária a aceleração de alguns  processos, criando um culto, uma estrutura, uma ansiedade em torno deste momento único, mágico e especial que é o parto. Praticamente acabou com o processo natural, criando-se uma verdadeira “Indústria do Nascimento”.

O mito de que uma cesárea é sem dor gerou um campo, uma aura de falsos brilho e segurança que, pelo medo de falhar,  muitas mulheres escolhem esse método por (in)segurança. O que faz muito sentido, pois, a cesária faz parte do sistema criado pelo homem.

No entanto, só se nasce uma vez…

Esse momento tem o direito de acontecer no seu próprio tempo, no seu próprio ritmo. No seu único momento mágico onde toda a turbulência culmina com o surgimento de um novo e incrível ser. Precisamos saber que o parto está na cabeça da gestante.

Se ela e tão somente ela, colocar a decisão firmada em sua mente, essa será a força que ela terá para o sucesso em um parto natural.

Para isso, a gestante precisa de alguém que tenha conhecimento geral sobre tudo que acontece durante uma gestação, parto e puerpério. Sendo amparada com informações fidedignas e experiências de outras mulheres, ela estará apta emocionalmente a concluir com segurança um bom parto natural. Sem intervenções médicas,  nem farmacologia intoxicante, respeitando a si e ao bebê que chega.

As “dores” do parto começam com leves contrações que vão se intensificando (cada mulher tem seu tempo) aumentando a força e o tempo de duração e quando chegar no seu ápice, as dores simplesmente desaparecem, como mágica. Tudo se transforma em felicidade ao ver o bebê recém chegado, muito esperado e amado. 🥰

A primeira hora de nascido é chamada de “Hora de Ouro” onde o bebê deve ficar com a mãe e mamar se possível (ajuda no parto natural da placenta) aguardando o cordão parar de pulsar para fazer o corte ou não… mas isso é uma outra história…

Não há necessidade de banho, aquela cera branca, o Vérnix, é absorvido pela pele do recém-nascido. O que fará muito bem à pele dele.

Para finalizar, gostaria de ressaltar a importância da Rede de Apoio. Que nada mais é que pessoas próximas (pai, companheiro sogra, etc) à gestante.

Estas precisam estar informadas e atualizadas e de acordo com as idéias da gestante, ampará-la, respeitá-la, empoderá-la e ajudá-la neste momento lindo mágico e tão importante.

Faça o Pré Natal e contrate uma Doula 🕊️

Autoria: Doula Bia Bello, Ilhabela- SP

Categorias:

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Deseja mais informações sobre nossos cursos?

Precisa de uma DOULA?

Quer participar de RODAS DE GESTANTES

Gostaria de uma aula experimental

CLIQUE AQUI ou LIGUE AGORA
4003-1994

Doula Brasil Agradece sua participação!!